elementos da escrita

Todas as histórias requerem um bom enredo. Identificar o tipo de história que prefere escrever é, em si, todo um enredo! De acordo com a escritora norte-americana, Amanda Patterson, existem quatro elementos dominantes nas histórias que escrevemos e lemos: o ar (mistério), a terra (cenário), a água (personalidade) e o fogo (acontecimento). A escolha de um destes elementos reflecte a sua paixão, e é precisamente sobre esse elemento que se deverá concentrar. Tal não implica que exclua totalmente os restantes elementos. Apenas quer dizer que encontrou a sua “voz” e escreve de acordo com as suas forças. Vejamos cada um destes elementos, primeiro passo para identificar qual o elemento que mais se adapta ao seu estilo de escrita.

 

 

Ar – Mistério

4elementos2

 

O Ar questiona. Se o seu enredo gira em torno do questionamento – revelar informação, investigar, ir em busca de algo e procurar pistas – o mistério é o seu elemento mais importante. A sua história começa com uma pergunta e acaba com uma resposta. Todos os mistérios seguem o formato da procura, tal como em todas as histórias de aventura.

 

 

Identificou este elemento com a sua forma de escrever? Então, concentre-se em criar um personagem que tenha por missão procurar e encontrar quem está por trás do mistério, qual o seu modus operandi e as suas razões. Conte a história da perspectiva quer do protagonista, quer do antagonista.

 

 

Terra – Cenário

4elementos3

 

A terra experiencia. Se o seu enredo gira em torno do mundo que criou, o cenário é o seu elemento mais importante. O seu personagem viaja num novo “mundo”, troca e escolhe ficar nesse “mundo” ou voltar para de onde veio. A sua história começa quando o seu personagem chega ao cenário que criou e acaba quando se vai embora (ou decide ficar). Algumas histórias de Ficção Científica e de Fantasia encaixam-se nesta categoria, assim como concorrem para este tipo de narrativa as viagens históricas e pioneiras.

 

Identificou este elemento com a sua forma de escrever? Então, concentre-se em criar um personagem que explora e descobre a sua criação. Conte a história do ponto de vista do protagonista.

 

 

Água – Personalidade

 

4elementos5

 

A água sente. Se o seu enredo gira em torno da sua personagem que se transforma, a personalidade é o seu elemento mais importante. O papel do seu protagonista no enredo que criou vai mudando. A sua história começa com a infelicidade do personagem ou com a sua necessidade de transformação que o conduz à mudança, acabando quando ele aceita um novo papel ou permanece no mesmo. O protagonista pode acabar feliz ou infeliz, de acordo com o final que tiver criado.

 

Identificou este elemento com a sua forma de escrever? Então, concentre-se em adicionar os ingredientes que permitam ao leitor assistir à sua transformação. Conte a história do ponto de vista do personagem, fazendo uso da primeira ou da terceira pessoa do singular. Utilizar outros personagens como criadores de opinião sobre o protagonista ajuda a trazer mistério, textura e perspectiva à sua trama.

 

 

Fogo – Acontecimento

 

4elementos4

 

O fogo age. Se o seu enredo gira em torno de algo que aconteceu e que fez com que o mundo se tornasse perigoso, por exemplo, o acontecimento é o seu elemento mais importante. A sua história começa quando se percebe um perigo iminente que se transforma numa batalha. A história acaba quando uma nova ordem é estabelecida, uma antiga é restaurada ou quando a anarquia vence. A trama é a busca dessa ordem. Todas as histórias de Ficção Científica e de Fantasia utilizam este tipo de “acontecimento” como premissa. Nelas o herói tem de encontrar algo ou alguém que possa salvar o mundo. Por vezes, o protagonista é o salvador.

 

Identificou este elemento com a sua forma de escrever? Evite incorrer no erro de utilizar um narrador, pois é a perspectiva do personagem que experiência a história que importa. É o protagonista que conduz o leitor através do que sabe e percebe (acção). O leitor apenas se identifica com a história, se existir identificação com o personagem.

Partilhe este artigo:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *