Cada início de capítulo do seu romance deverá chamar a atenção do leitor para criar nele a vontade de continuar a ler.

 

Antes de dar início a um novo capítulo, pergunte a si próprio:

 

– Onde estão as minhas personagens? Onde é que as deixei e o que estão a fazer agora?
– Qual é a informação mais importante que vou revelar neste capítulo?

 

Se tem por hábito estabelecer um plano quando escreve um romance, as respostas a estas perguntas ajudá-lo-ão a determinar o conteúdo de cada capítulo.

Espelhos

Como iniciar, então, os capítulos do seu romance?

 

São diversas as formas de começar um capítulo. Apresentamos-lhe aqui as três mais comuns:

 

Basear-se na acção

 

Num capítulo, quanto mais lançada estivar a acção, mais o leitor se verá envolvido na trama. Mas, atenção, não perca tempo a explicar detalhadamente a acção, pois o que interessa é mostrá-la. Lembre-se de que os elementos chave de uma cena de acção são o tempo e o movimento.Para impulsionar o movimento, o melhor será entrar directamente na acção sem explicações prévias sobre as motivações das personagens. Tal estratégia capta imediatamente a atenção, e consequente interesse, do leitor.

 

Como ser bem-sucedido neste tipo de início de capítulo?

– Vá directo ao assunto.

– Para cativar o leitor, não hesite em surpreendê-lo.

– Assegure-se de que a acção corresponde efectivamente à personalidade da personagem que a leva a cabo.

– Primeiro escreva a acção, depois a reflexão. Explique as motivações da personagem para ter agido de tal maneira depois da acção.

 

Basear-se na narrativa

 

Muitos são os autores que começam os capítulos dos seus romances por um resumo narrativo que detalha o histórico, quer do lugar, quer da personagem. Apesar de ser uma boa estratégia, há que usá-la com parcimónia. O resumo narrativo está para o livro como a voz off está para o filme: uma distracção e uma interrupção.  Enquanto autor, o seu objectivo principal num início de capítulo é o de manter a atenção do leitor.

 

Como ser bem-sucedido neste tipo de início de capítulo?

– Antes de lançar a acção, ofereça ao leitor a quantidade suficiente de elementos.
– Revele o pensamento ou as intenções da personagem que não podem ser mostrados pela acção.

 

Basear-se no cenário

 

No seu romance, os cenários têm uma incidência importante nas personagens e na história? Porque não optar por descrevê-los no início do capítulo? Esta metodologia é muitas vezes empregue em romances cuja trama se desenrola num contexto atípico ou desconhecido.

 

– Chame a atenção do leitor com detalhes visuais específicos.
– Utilize a descrição dos cenários para dar o tom da cena.
– Descreva os cenários para dar informações sobre o estado de espírito da personagem.

 

 

Artigo baseado em: Jordan E. Rosenfeld (2011), 10 ways to launch strong scenes.

 

 

Partilhe este artigo:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *