A tenacidade é uma das principais qualidades de um escritor. Mas, por vezes, é difícil manter-se focado numa única narrativa ou num só projecto. Para fazer face à dispersão, seguem cinco dicas que pode pôr em prática imediatamente:

 

 

Deixe livre curso à sua criatividade

 

dica-manter-a-concentracao2

 

 

Saltar de uma ideia para outra nem sempre é prejudicial. Na escrita, pode até ser benéfico, já que lhe permite desenvolver a criatividade, levando a cabo experiências sobre o seu texto. Este exercício pode ajudá-lo a encontrar finalmente A grande ideia: aquela descoberta rica em perspectivas que seguirá.

 

 

 

 

Identifique o problema

 

dica-manter-a-concentracao3

 

 

Uma boa ideia pode rapidamente perder o seu encanto nos meandros da rotina da escrita. Nessas alturas, é importante que se coloque as perguntas certas: tem dificuldades em controlar o final da narrativa (a conclusão da história)? Falta-lhe confiança em si mesmo para escrever uma narrativa completa? Passado o entusiasmo inicial, desinteressa-se rapidamente da sua ideia?

 

 

Organize as suas ideias

 

dica-manter-a-concentracao4

 

Tomar notas sobre as suas reflexões acerca de um projecto futuro é uma prática muito útil. Ao fazê-lo, toma consciência das suas ideias, que pode deixar na gaveta para mais tarde voltar a elas. Por outro lado, tal permite-lhe separar as fontes de informação, o que o ajudará no futuro a não se perder. Pode, portanto, manter-se concentrado no projecto actual, preparando paulatinamente o seguinte.

 

 

Escreva textos fora da sua narrativa

 

dica-manter-a-concentracao5

 

 

Aprofundar o mundo ou o ambiente que criou fá-lo-á sentir mais envolvido na sua narrativa. Para o efeito, poderá, por exemplo, escrever uma cena situada na infância da sua personagem, ou contar um acontecimento através de uma personagem secundária. Estes textos curtos suplementares não entrarão na narrativa final, mas ajudam a ancorar a história na sua mente.

 

 

Faça uma pausa

dica-manter-a-concentracao6

 

 

 

Não hesite em deixar de lado durante algum tempo o seu texto. Como em tudo na vida, o devido recuo é primordial, e a escrita não foge à regra. Este processo permite atingir uma perspectiva simultaneamente distante e crítica. Mas não se perca, e agende uma data para voltar ao trabalho!

 

 

Fonte: The Writer.

Partilhe este artigo:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *