Monóculo - escreva, faça e publique o seu próprio livro
Projectos editoriais à medida

TIPO DE IMPRESSÃO   ELEGER UM FORMATO    A ESCOLHA DO PAPEL    CAPAS

 

Hoje em dia, as diferenças entre uma impressão tradicional (em offset) e uma impressão digital esbateram-se e torna-se cada vez mais difícil distinguir ambos os processos em termos da qualidade do resultado obtido. A maior diferença reside, então, na quantidade de exemplares que desejamos imprimir, nos tipos de formato e de capa escolhidos e no papel seleccionado. De acordo com estas opções, cada um destes processos de impressão apresenta vantagens concretas.

 

A impressão tradicional: este tipo de impressão, também designada por offset, apresenta vantagens para tiragens maiores. Quanto maior a quantidade de exemplares impressos, menor o preço unitário. Associados às quantidades a serem impressas encontram-se também os formatos escolhidos que, neste processo, são infindáveis. Contudo, e apesar de ser possível todo o tipo de formato, o custo poderá sofrer alterações consideráveis devido ao aproveitamento do papel. A escolha deste último também poderá ter influência na opção, uma vez que a impressão tradicional torna possível a impressão em todo o tipo de papel, independentemente da sua espessura, gramagem, “de mão”, tratamento ou textura.

 

A impressão digital: comummente designada por print-on-demand, este tipo de impressão é particularmente indicado para quem pretenda imprimir poucos exemplares ou até mesmo um único. Podemos, portanto, recorrer a este processo à medida das nossas necessidades e a um preço competitivo. Contudo, e apesar dos avanços neste sector, permanecem algumas limitações que deverão ser tidas em conta, tais como, os planos de impressão ou até alguns tipos de papel e as suas texturas. A impressão digital apresenta ainda a vantagem de permitir que se proceda de forma distinta, deixando de ser obrigatória a maquetização em cadernos, facilitando a inclusão de entretextos e a mescla entre a impressão a cores e a preto e branco a um preço competitivo, o que em última instância apresenta vantagens económicas consideráveis.

Impressão a preto e branco ou a cores?

Preto e branco: ideal para livros de texto corrido ou com imagens que não necessitem de cor, nem de uma qualidade de impressão fotográfica (romances, livros técnicos, recolhas de poemas, contos, etc.).

Cores: necessária para livros com páginas a cores ou que contenham ilustrações e imagens a preto e branco que exijam uma qualidade de impressão fotográfica (fotobiografias, álbuns fotográficos, livros infantis, bandas desenhadas, catálogos, guias, livros de mesa, etc.).

© monóculo 2010 - 2016. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade e Segurança.